Resenha Absoluto - Trilogia da Lei nº 01 - M.S. Fayes

4



Sinopse - Trilogia da Lei nº 01 - M.S. Fayes

 
Ela era um fenômeno, como estudante de direito. Ele era o advogado mais temido do estado. Prestes a se formar com honras, Kate se viu imersa no mundo do Direito civil, antes mesmo de estar com seu diploma em mãos. Conhecendo o trabalho do Dr. Gabe Szaloki, ela foi pega, inesperadamente, em uma onda avassaladora de atração, mas ainda assim relutou a se permitir viver esse tórrido romance. Porém, Gabe não era imbatível apenas nos tribunais. Ele queria Kate a qualquer custo e mostraria a ela porque ele sempre saía vitorioso em seus casos. Em meio a casos jurídicos, os dois se enfrentam em um duelo de palavras, que serve apenas para acender a chama incandescente que Gabe sente por Kate. Kate se vê seduzida pouco a pouco pelo poderoso advogado, entregando seu coração de maneira despretensiosa. Maquinações invejosas, um conflito e um mal entendido fazem com que os dois se afastem. E quando a verdade vem à tona, Gabe tem que provar que seu amor por Kate é simplesmente absoluto.

 
    Desde a primeira vez que vi esse livro à capa despertou minha atenção logo de cara, pois convenhamos... que homem é esse ?!!! Onde esse modelo estava escondido até agora???  Depois, li o resumo e fiquei mais ansiosa ainda.
    Gabe Szaloki, advogado implacável, temido pelos adversários e idolatrado pelas mulheres, esta sempre com uma ou outra, não mantém relacionamentos, só encontros e as escolhidas são sempre top models. Foi um dos primeiros livros em que a descrição do personagem estava totalmente correta com o mocinho da capa (além de babar pelo modelo da capa, fiquei apaixonada pelo personagem).
    Outra novidade, o mocinho é húngaro, isso mesmo, ele é húngaro. Acho que nunca tinha lido nenhum livro com um mocinho húngaro . Quando ele fala com ela em seu idioma com aquela voz macia, minhas pernas tremem!!!! Quando ele a chama de Édes, que em inglês se pronuncia “idesh” e em húngaro significa “meu doce” ou dragam que significa “minha querida” entre outros nomes e a coitada não sabe o que significa e dependendo do humor dele, ele diz ou a manda procurar no Google... (muito engraçadas essas partes) como foi o caso de quando ele a chamou de Szív .


- Olhe no google Édes...

    Kate está se formando em Direito, ela divide o apartamento com duas amigas. Lana era considerada a ingênua do grupo, Fay a Nova Iorquina, deslocada e moderna, vivia a vida a mil por hora e Kate que sempre foi a sensata.
“Eram irmãs. Nascidas de pais diferentes, com histórias diferentes. Mas com um vínculo inquebrável como o do sangue que corre na veia dos irmãos de verdade".

    Eles se conhecem em uma audiência em que Kate e alguns outros alunos foram assistir. Kate não é do time das mocinhas envergonhadas e de cara criticou o orgulhoso advogado e apontou alguns detalhes que ele não tinha percebido. Apesar das farpas ambos não conseguiam parar de pensar um no outro e com o passar do tempo vemos como eles lutam contra esse sentimento.

    Depois de formada Kate começa a trabalhar em um escritório de advocacia muito conceituado e logo desperto o interesse de Peter que é um dos advogados da firma, e filho de um dos acionistas, a primeira vista é um cara legal, mas ao longo do livro vamos descobrindo o lado negro dele.

    Ambos (Kate e Gab) são extremamente inteligentes e geniosos, por isso quando acabam se enfrentando no tribunal .... meu deus...nem o juiz aguentou eles.
 
    Quando Gabe finalmente decide fazê-la sua ele já vai bolando planos para remover os obstáculos  e vai agindo... e quando esse homem decide alguma coisa sai da frente pois ninguém é capaz de dete-lo. Finalmente chega àquela hora em que nenhum deles consegue mais resistir e para mim esse foi o ponto forte do livro pois a partir daí o romance deles evolui de uma forma tão romântica e engraçada que quando eles estavam o leitor conseguia sentir a química e as farpas que rolavam entre eles.  Ele (Gabe) às vezes é extremamente machista e adoro quando ele a chama de “sua mulher” e ela fica furiosa.
 
- Gabe...Você esta suado!...
- Bom...assim eu imprimo em você minha fragrância e marco território.
- Que coisa mais tosca de se dizer, Dr. Szaloki. –E machista... e petulante...ohhh...
- você gosta da minha petulância, gatinha.

     A família do Gabe é maravilhosa e incrivelmente divertida, esses húngaros e seus costumes e tradições milenares são hilários e é impossível o leitor não se contagiar com o bom humor deles. 

     Vocês já devem ter percebido pelas minhas resenhas anteriores que não sou muito fã da literatura nacional, salvo por alguns autores nacionais como Carina Rissi, Tami Luciano e outros; geralmente eu não leio muito esse tipo de literatura. Sempre achei que as autoras brasileiras não sabiam construir um enredo que cativasse o mesmo público que era dominado pela literatura estrangeira, pois a “forma” que elas descreviam era muito mecânica e acabava por não despertar o interesse, mas a forma que M.S Fayes contou a história parece com um  roteiro de cinema, é possível imaginar claramente cada cena, é como se estivéssemos assistindo os acontecimentos na nossa frente.
 
    Em varias partes me lembrei do filme legalmente loira, principalmente quando Kate cita detalhes importantíssimos e que apenas uma mulher poderia reparar, pois, aos homens tais detalhes passam despercebidos, e como diz aquele velho ditado, “Mulher é fogo, repara em cada pequeno detalhe e não deixa passar nada”. 
 
    Além dos protagonistas temos vários personagens secundários importantes como é o caso das amigas Lana e Fay e pesquisando descobri que o próximo livro da série vai contar a história da Fay com certo promotor. Em Absoluto já tivemos uma pitada do que nos espera e foi na dosagem certa para deixar o leitor com a pulga atrás da orelha. Além disso ela é muito engraçada e quero ler sobre o pobre coitado que vai ter a santa paciência para aguentar as gracinhas dela.
- Quando você quiser me sequestrar também, estou disponível às segundas e quintas tá?!! - Fay disse

    E meninas vocês tem que ler sobre a joia dele (e quando me refiro a joia dele não é o que as “pervertidas” devem estar pensando).

    Também achei que a Kate perdoou ele muito fácil, eu estava faceira da vida lendo e de repente acabou ... e eu fiquei querendo mais . Na minha opinião, essas histórias que deixam o leitor querendo “mais” são as melhores.

    O livro é super indicado e vale a pena comprar.

    Agradeço à editora Charme e as “meninas” com quem estive conversando pelo carinho.

    O livro pode ser adquirido no site da editora Charme ou na livraria Travessa.  Quem comprou o livro pelo site da editora até o dia 31 de maio, vai recebê-lo autografado e com marcador.



    Essa é a autora com seu bloquinho enviado por nós a Editora Charme.




   Para comemorar o lançamento do livro estaremos sorteando:


 



 
    01 caderninho artesanal do livro ABSOLUTO - M.S.Fayes
    01 Kit com 20 marcadores diversos
    Regulamento
     1- Curtir a Fanpag no Facebook https://www.facebook.com/rainhadosobrenatural.
     2- Compartilhe essa imagem publicamente.
     3- Marcar três amigos nos comentários.
     5-Clicar em quero participar no link da promoção   https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/352187

 






4 comentários:

Jussara silva disse... [Responder]

Parabens pela resenha . Tambem não soui muito fã de autores nacionais mas desde que vc me falou do livro Perdida e eu resolvi ler e adorei, agora estou aberta e este tipo de literatura.
Não conhecia essa autora e nem a editora mas gostei bastante. Vou procurar o livro pra comprar.
Muito obrigada pela dica é por isso que adoro o seu blog !!!!!

Tamires Huyla disse... [Responder]

Compra sim Ju vale a pena!!!!! Eu amei esse Húngaro!!!! :h

Bolog da Martinha disse... [Responder]

Oi Tamires!
Em primeiro lugar quero agradecer o caderninho! Amei! Espero que ele fosse meu, porque eu fiquei com ele e não quis mais largar!
Em segundo, fico feliz que vc deu uma chance a mais uma autora nacional. Nós precisamos tanto de vcs...hahahaah...sério...queremos alçar o mesmo posto que as internacionais tem e tem muito produto nacional maravilhoso. Eu tb amoooooo Carina Rissi. Ela é uma mega fofa.
Estamos em fase de expansão. Muitos escritores brasileiros tem saído à luz. Mas o que seria de nós sem vcs para apreciar o produto?

Fico feliz que tenha gostado do Gabe. E o segundo livro é mesmo da ruiva ousada, amiga da Kate.
Aguarde que vai estar bem maneiro, tb. Mas eu sou suspeita...heheheeh...

Bjuuuu e thanks pela resenha, sua linda!!!

M.S. Fayes

Tamires Huyla disse... [Responder]

O caderninho era pra vc sim !!!! Mandei 4 (quatro), três para as meninas da Charme e 1 (um) para você.
Adorei a ruiva ousada :k
Estou muito anciosa para ler o proximo livro, parabéns pelo seu trabalho.

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t